Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
05 de Fevereiro de 2018 às 14h07min
Superpopulação e ameaça a lavouras: caça do Javali é liberada com critérios
Necessário autorização do Ibama
Midiamax

Devido à grande repercussão da prisão de dois caçadores, no último sábado (3), por porte ilegal de armas, enquanto caçavam Javalis, em Nova Alvorada do Sul, a reportagem do Jornal Midiamax procurou saber dos órgãos ambientais, nesta segunda-feira (5), se a caça do animal é permitida e em quais condições ela pode ocorrer.

Conforme a PMA (Polícia Militar Ambiental), a caça do javali é permitida, pois o animal é considerado nocivo, por ser uma espécie exótica que traz grandes prejuízos às lavouras no estado.

Entretanto, conforme a PMA, são necessários alguns procedimentos antes de ir à caça do animal, como por exemplo, ter autorização do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para isso.

A PMA ainda informou que é necessário utilizar armamento que minimize o sofrimento do animal, isto é, armas que o derrubem de uma só vez, como um calibre 12, por exemplo, devidamente registrada e documentada.

Segundo o Ibama, o caçador tem de realizar três procedimentos básicos para proceder o abate do animal de maneira legal, são eles: efetuar cadastro junto órgão ambiental, requisitar uma declaração de manejo, que funciona como uma espécie de aviso prévio, além de apresentar um relatório de bate a cada três meses.

Conforme o Ibama, nesse relatório trimestral, o caçador deve informar quantos animais foram avistados, quantos foram abatidos e qual tipo de armamento utilizado.

Ainda segundo o órgão ambiental, é necessário que os caçadores tenham em mãos a permissão para realizar a caça, caso haja fiscalização de outros órgãos, como a PMA.

Mais informações sobre o manejo do animal, podem ser encontradas no site do Ibama, clicando aqui.


 
Notícias Recentes
Homens que furtaram corpo de cemitério podem pegar pena de até 3 anos de prisão
VÍDEO mostra colisão frontal entre motos que matou dois em Dourados
Novas medidas de combate ao tráfico resultam em 09 pessoas presas no fim de semana em Fátima do Sul
MPF pede nova vistoria em barragens de Corumbá
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
Golpista vende produtos religioso usando nome de projeto social em Deodápolis
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet