Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
12 de Outubro de 2017 às 08h31min
São Paulo é dominado em BH, perde do Galo e pode voltar ao Z4

Gazeta Press

Durou pouco a tranquilidade no São Paulo. Na noite desta quarta-feira, o time treinado por Dorival Júnior foi dominado pelo Atlético-MG e teve a invencibilidade de quatro jogos rechaçada ao perder por 1 a 0, com gol de Fábio Santos, de pênalti, no Estádio Independência, em duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Tricolor volta a flertar com o rebaixamento. No 14º lugar com 31 pontos ganhos, a equipe retornará à zona de descenso ao final da rodada caso Fluminense (31) e Ponte Preta (31) empatem ou vençam os duelos com Flamengo e Santos, respectivamente, e o Sport (30) derrote o Vitória nesta quinta-feira. O Galo, por sua vez, sobe para a oitava colocação, com 37 pontos.

Ainda na saga contra a degola, o São Paulo buscará se reabilitar no próximo sábado, quando enfrenta o Atlético-PR, a partir das 21 horas (de Brasília), no Pacaembu. Já o Atlético-MG, com 100% de aproveitamento sob o comando de Oswaldo de Oliveira, visita o Sport, domingo, às 17 horas.

O jogo – O Atlético começou pressionando e explorando o lado direito da defesa são-paulina, formado por Bruno Alves e Éder Militão. Foi por ali que criou a primeira grande oportunidade de gol, aos 12 minutos, quando Robinho recebeu livre na esquerda e exigiu grande defesa de Sidão. No rebote, Fred bateu desequilibrado e mandou para fora, perdendo chance incrível.

Três minutos depois, polêmica. Após cruzamento na área, Felipe Santana desviou com a perna e Sidão espalmou. O zagueiro finalizou novamente, mas o goleiro tricolor defendeu mais uma vez. O problema é que os jogadores do Galo reclamaram que a bola teria entrado no gol, mas a arbitragem não confirmou que ela ultrapassou a linha.

O domínio atleticano era tão grande que o São Paulo finalizou pela primeira vez  só aos 24 minutos, com Lucas Fernandes, em chute de fora da área, sem perigo. Pouco depois, o time da casa desperdiçaria outra grande chance: Valdívia recebeu cruzamento nas costas de Militão, mas bateu de canela e a bola saiu sem direção.

Errando muitos passes, os são-paulinos não conseguiam sequer contra-atacar. Ainda deram espaço para Valdívia, aos 43 minutos, arriscar chute rasteiro de longe, exigindo mais uma intervenção de Sidão, que se esticou todo para salvar. No fim, o primeiro tempo terminou com um placar de 11 a 1 para o Atlético em finalizações.

Nem mesmo o intervalo fez com que o São Paulo mudasse de postura. A equipe se manteve acuada no início da etapa final e foi punida por isso. Logo aos quatro minutos, Valdívia, em noite inspirada, recebeu lançamento oriundo de lateral, invadiu a área e foi derrubado por Bruno Alves. Na cobrança do pênalti, Fábio Santos bateu forte e rasteiro no canto direito. Sidão pulou no lado certo, mas não alcançou a bola.

O gol fez o São Paulo, enfim, acordar no jogo. Aos 13 minutos, Júnior Tavares fez boa jogada individual na esquerda e cruzou na área. Lucas Pratto ganhou da marcação por cima e cabeceou, mas Victor estava bem posicionado e defendeu. Mas durou pouco o bom momento tricolor.

Isso porque aos 20 minutos Sidão voltou a trabalhar duro. Primeiro em pancada de Otero. Depois, em lance semelhante ao do primeiro tempo, realizou uma série de duas defesas seguidas após cobrança de escanteio, tirando a bola em cima da linha de novo.

O técnico Dorival Júnior, então, sacou Hernanes e Lucas Fernandes para as entradas de Shaylon e Maicosuel, respectivamente. E o Tricolor melhorou. Aos 28 minutos, Shaylon fez grande lançamento e achou Pratto sozinho na área. O camisa 9 testou para o chão, mas Victor caiu rapidamente para espalmar e garantir o triunfo atleticano.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 11 de outubro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Helton Nunes e Thiaggo Labes (ambos de SC)
Público: 17.606 torcedores
Renda: R$ 296.355,00
Cartão Amarelo: Robinho (Atlético-MG); Éder Militão, Bruno Alves e Rodrigo Caio (São Paulo)
Cartão Vermelho: –
Gol:

ATLÉTICO-MG: Fábio Santos, aos seis minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Adilson e Roger Bernardo; Cazares (Otero), Robinho e Valdívia (Clayton); Fred (Rafael Moura)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Petros; Marcos Guilherme, Jonatan Gomez (Jucilei), Hernanes (Shaylon) e Lucas Fernandes (Maicosuel); Lucas Pratto
Técnico: Dorival Júnior


 
Notícias Recentes
Árbitra de futebol do MS recebe insígnia da FIFA
Com dois times de MS, Copa São Paulo abre temporada do futebol
Maior Copa São Paulo de todos os tempos abre a temporada brasileira
Jair Ventura avisa Botafogo que aceitou oferta para treinar o Santos
LIBERTADORES| Saiba quem pega quem na competição do ano que vem
Corinthians e Santos serão cabeças de chave na Liberta; Verdão está no pote 2
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet