Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
20 de Outubro de 2017 às 08h26min
Santos não convence, sofre pressão, empata com Sport e fica longe do título

Gazeta Press

O Santos vai dando adeus a um sonho que nem chegou perto de conquistar. Mais uma vez sem apresentar um bom futebol, a equipe comandada por Levir Culpi viu o Sport dominar as ações desde o início nesta quinta-feira, na Ilha do Retiro, até abriu o placar com Ricardo Oliveira, mas levou o merecido empate no final do jogo e ficou bem distante da conquista do Campeonato Brasileiro.

O empate não só manteve o alvinegro longe do líder Corinthians, como fez a equipe comandada por Levir Culpi cair para a quarta colocação, atrás de Palmeiras e Grêmio, que também estão com 50 pontos, mas vencem no número de vitórias. Já o Sport chegou aos 35 pontos e assumiu a 12ª colocação do Brasileiro.

Na próxima rodada, o Leão encara o Atlético-PR, no domingo, às 17h (de Brasília), em Curitiba. No mesmo horário, o Santos recebe o lanterna Atlético-GO, na Vila Belmiro.

Apagado, Lucas Lima não ajudou o Santos a sair com a vitória de Recife (Foto: Clelio Tomaz/Agif/Gazeta Press)

Sport pressiona, mas Peixe marca
O jogo começou elétrico em Recife. Com menos de um minuto, André arriscou de fora da área, a zaga do Santos tirou e armou contra-ataque com Lucas Lima, que lançou para Ricardo Oliveira. O atacante bateu firme com a perna esquerda, mas Magrão salvou.

Dois minutos depois, o goleiro e o camisa 9 ficaram frente a frente de novo. Desta vez, porém, o santista levou a melhor. Após belo lançamento de Jean Mota, Oliveira ganhou na corrida de Durval e bateu mais uma vez de esquerda. A bola passou por baixo dos braços de Magrão e morreu no fundo da rede.

Após abrir o placar, o Peixe recuou bastante e viu o Sport crescer na Ilha do Retiro. Aos 13, Osvaldo cobrou falta na área, Rithely desviou de cabeça, e Vanderlei fez grande defesa.

Nos minutos seguintes, a equipe pernambucana seguiu se impondo no ataque, mas abusava dos cruzamentos na área, sempre cortados por Braz ou Veríssimo.

Aos 34, porém, o empate quase veio após jogada individual de Diego Souza. O meia fez fila dentro da área e bateu rasteiro no canto esquerdo. Vanderlei se esticou todo e fez outra defesa belíssima.

Pressionado, o Peixe tentava apostar no que sabe fazer melhor: contra-atacar. Porém, sem contar com Bruno Henrique, machucado, a equipe não conseguia assustar o goleiro Magrão.

Em contrapartida, o Sport fez Vanderlei trabalhar bem mais uma vez, aos 44 minutos, quando André aproveitou vacilo de Lucas Veríssimo e só não empatou pois Vanderlei salvou com os pés.

Leão chega ao merecido empate
Assim como no primeiro tempo, o jogo voltou do intervalo bem movimentado na Ilha. Com poucos segundos, Diego Souza mandou uma bomba de fora da área, assustando Vanderlei.

O Santos respondeu aos 10 minutos, quando Lucas Lima lançou para Ricardo Oliveira. Porém, antes do centroavante chegar na bola, Magrão afastou com os pés.

Apesar da pressão sofrida no primeiro tempo, o Peixe seguiu apostando nos contra-ataques, sem sucesso. O Leão, por sua vez, se lançou ao ataque e sufocou a equipe comandada por Levir Culpi.

Aos 21, Diego Souza lançou para Osvaldo na área, Lucas Veríssimo cortou e a bola sobra para Juninho, que mandou pra fora.

A pressão do time pernambucano seguiu. Acuado, o alvinegro segurou até onde deu. Aos 38 minutos, porém, o Sport conseguiu chegar ao merecido empate. Rogério tentou novo cruzamento na área, a bola enganou todo mundo e foi direto para o gol de Vanderlei.

Em contra-ataque, o Peixe até chegou bem perto da vitória no final da partida. O único problema é que Kayke, na cara de Magrão, isolou a bola, decretando o empate.

FICHA TÉCNICA
SPORT 1 X 1 SANTOS

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data: 19 de outubro de 2017, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA/FIFA)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Jose Ricardo Guimaraes Coimbra (PA)
Público: 
Renda: 
Cartões amarelos: SPORT: Wesley. SANTOS: Lucas Veríssimo, Yuri, Vecchio, Copete, Matheus Jesus.

GOLS:
SPORT: Rogério, aos 38 do 2T;
SANTOS: Ricardo Oliveira, aos três do 1T;

SPORT: Magrão; Raul Prata (Samuel Xavier), Ronaldo Alves, Henríquez e Sander; Rithely, Patrick, Wesley (Juninho), Diego Souza e Osvaldo (Rogério); André.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Yuri (Vecchio), Matheus Jesus e Lucas Lima; Serginho (Copete), Jean Mota e Ricardo Oliveira (Kayke).
Técnico: Levir Culpi


 
Notícias Recentes
Corinthians vira pela primeira vez e contraria sofrimento para ser hepta
Palmeiras faz Boletim de Ocorrência após protestos ao elenco
Moisés admite Palmeiras fora da briga pelo título após nova derrota
Vasco vira dentro da Vila e deixa Santos longe do título
O Corinthians juntou alguns ingredientes para sua campanha na busca pelo sétimo título e vence o Atlético Paranaense
Revelação do ano nos rodeios, campeão em Las Vegas é de MS
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet