Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
28 de Dezembro de 2016 às 08h54min
Mosquito mata e deixa vazios em mais de uma dezena de famílias

Correio do Estado

Pedro Teodoro, 25 anos; Karolina Rodrigues, 16 anos; e Leika Campos, 33 anos, morreram por causa da dengue - Foto: Reprodução

A cada novo ano, ao menos uma dezena de famílias de Mato Grosso do Sul precisa enfrentar a perda de um familiar que morreu por conta de um pequeno mosquito: o Aedes aegypti. Em 2016, foram 19 óbitos no Estado causados pela dengue, conforme dados atualizados até 17 de dezembro.

O mesmo mosquito também conseguiu espalhar o medo em grávidas neste ano, por conta do zika vírus que pode causar microcefalia em bebês.

Os números não revelam, mas a chikungunya, outra doença causada pelo Aedes, pode não levar à morte, mas causa dores intermináveis nos pacientes e, em geral, por longo período. Essa condição chega a resultar em depressão para algumas pessoas, porque perdem a força de levar a vida normalmente e o problema afeta o psicológico do doente.

A situação tornou-se incontrolável neste 2016 que houve autorização do governo para que propriedades fechadas fossem abertas para vistorias. Em Campo Grande, teve gente que foi presa porque já tinha sido notificada reiteradas vezes e não limpou onde precisava.

As doenças que esse transmissor pode carregar também aumentaram, identificou pesquisa. A Síndrome do Choque da Dengue é um tipo severo do vírus que pode causar a morte em 24 horas. Uma das formas de combate é até a transfusão de sangue. No Estado não houve notificação dessa modalidade, mas houve alerta no Distrito Federal.

Não se sabe se esses fatos que geraram interesse dos leitores vai continuar sendo notícia ano que vem e vai voltar a ser a retrospectiva de 2017. Se isso acontecer, que ao menos o número de mortes seja diminuído ou zerado. Ao mesmo tempo, que e a consciência dos moradores fique elevada para evitar tantos problemas à saúde.


 
Notícias Recentes
80% não sabem que têm glaucoma e podem ficar cegos, alerta oftalmologista
Ministério da Saúde decreta fim de surto de febre amarela
Iagro faz exames para confirmar se botulismo provocou morte de mil bois
Barbosinha entrega emenda parlamentar no valor de vinte mil em medicamentos para a Maternidade de Glória de Dourados
Maternidade de Glória de Dourados recebe medicamentos de emenda parlamentar da Deputada Graziele Machado
Fies terá 100 mil vagas a juro zero a alunos de baixa renda no próximo ano
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet