Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
24 de Julho de 2017 às 14h23min
Mercosul aprova ferrovia que liga o Atlântico ao Pacífico, passando por MS
Com a decisão o centro da América do Sul estará ligado aos portos marítimos, facilitando as exportações para a Ásia.
Midiamax

O chamado Corredor Ferroviário Bioceânico Central proposto pela Bolívia foi aprovado pelo Mercosul, conforme divulgado nesta sexta-feira (22) pela TVSur. A ferrovia, que conta com um trajeto de 3.755 quilômetros, vai ligar o porto de Santos no Brasil, ao porto de Ilo, no Peru e vai passar por Mato Grosso do Sul.

Com a decisão o centro da América do Sul estará ligado aos portos marítimos, facilitando as exportações para a Ásia.

O representante da Bolívia no Mercosul comentou no Twitter sobre a aprovação do Corredor Ferroviário Bioceânico Central, afirmando que a ferrovia é de interesse regional.

De acordo com o titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, estudos já vinham sendo realizados juntamente com o Ministério das Relações Exteriores e do Transporte para a reativação da ferrovia.

“Temos realizado estudos e trabalhos com o governo federal e o governo boliviano, que sempre demonstrou interesse na proposta. Essa aprovação no Mercosul é mais um passo importante na estratégia do governo do Estado de focar na logística e na competitividade de Mato Grosso do Sul”, analisa.


 
Notícias Recentes
Produtor rural espera chuva para semear soja em Mato Grosso do Sul
Trabalhadores nascidos em setembro podem receber o abono do PIS-Pasep
Petrobras faz novo reajuste nos preços da gasolina e do diesel neste sábado
Apostador de MS acerta 6 dezenas da Mega Sena e é o mais novo milionário do País
Com ocorrência em 10 municípios, número de focos de raiva triplica
Expedição percorre rota que encurta distâncias para exportações de MS
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet