Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
26 de Maio de 2017 às 09h20min
Jovem que teve a mão dilacerada por explosivo vai recuperar parte dos dedos

Correio Braziliense

O jovem que teve a mão dilacerada por um explosivo, durante a manifestação da última quarta-feira (24/5) na Esplanada dos Ministérios, conseguirá recuperar parte dos dedos feridos. A informação foi confirmada pela amiga de Vitor Rodrigues Freguli, 22 anos, a professora Ingrid Leitemberg, 29. A mulher o acompanha desde o acidente e disse ao Correio que um parecer médico com relato pós-cirúrgico da equipe do Hospital de Base apontou boas chances para a reconstrução do membro.

De acordo com o laudo médico, Vitor conseguirá recuperar dois dedos pela metade e o polegar quase todo. Está prevista para esta sexta-feira (26/5) a transferência do rapaz para um hospital especializado em mãos, onde passará pela cirurgia reparadora. A expectativa é que o estudante receba alta médica até a terça-feira da semana que vem (30/5).

Ingrid, que é coordenadora do sindicato dos trabalhadores em educação de Santa Catarina, estava com Vitor na hora da explosão. Segundo ela, o acidente ocorreu nos 30 minutos iniciais da manifestação, no momento em que a Polícia Militar do Distrito Federal "jogava diversos tipos de bomba". "Quando uma caiu próxima, ele tentou afastá-la com a mão. Em nenhum momento o Vitor jogou em direção de alguém. Na hora do susto, ele só quis tirar a bomba (de perto dele) e aconteceu isso", garante Ingrid, que sofreu apenas com alguns arranhões.

A professora conta que Vitor lamentou não ter continuado no ato, pois veio determinado a protestar pela saída do presidente Temer e contra as reformas da Previdência e Trabalhista, que traminam nas Casas legislativas. "Ele também tem expectativa de que uma greve geral de 48h tem que ser feita e dessa vez mais forte", detalha a amiga do rapaz.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que o quadro de Vitor permanece estável e que está "respirando espontaneamente", sem ajuda de aparelhos. Segundo testemunhas, o rapaz teria pegado uma bomba do chão e tentado lançá-la para longe de onde estava. Contudo, o artefato explodiu e mutilou a mão do jovem.

Em nota, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) rebate a versão de que várias bombas estavam sendo lançadas contra os manifestantes.

( Foto: Divulgação )


 
Notícias Recentes
Amigas de Campo Grande escaparam por pouco de van que matou 7 em atentado
Policiais tiram foto com bêbado para lembrá-lo de como chegou em casa
Novo golpe envolvendo contas do FGTS atinge usuários
Mulher é suspeita de tentar doar ilegalmente filho em maternidade de Dourados
Homem de 54 anos é flagrado com menina de 13 no carro e suspeita é de estupro
O polêmico caso do médico acusado de usar o próprio sêmen em tratamentos de fertilidade
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet