Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
23 de Agosto de 2018 às 11h55min
Guerrero tem liminar revogada e não poderá jogar pelo Inter em 2018

Gazeta Press

A Justiça da Suíça cassou nesta quinta-feira a liminar que liberava o centroavante Paolo Guerrero para atuar normalmente como jogador de futebol. Dessa forma, o peruano não poderá fazer a sua estreia pelo Internacional. A comissão técnica planejava colocar o atacante no jogo deste domingo contra o Palmeiras.

Ele terá que cumprir pena por mais oito meses porque foi pego no exame antidoping quando jogava pela Seleção do Peru nas Eliminatórias. No acerto estabelecido pelo Inter com Guerrero, prevê que o atleta terá o contrato suspenso e não recebe salários enquanto estiver punido.

A decisão, aliás, não tem poder para ser revertida por Guerrero e seus advogados, que esgotaram o último recurso permitido e agora terão de acatar a decisão. Vale lembrar que o jogador cumpriu a pena de seis meses definida pelo TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) e com o efeito suspensivo conseguiu estar apto a disputar o Mundial da Rússia e quatro jogos com a camisa do Flamengo.

Em outubro de 2017, o atacante peruano foi condenado pelo TAS a cumprir, inicialmente, 14 meses de suspensão por doping causado por um metabólico da cocaína em um exame realizado em uma data das Eliminatórias do Mundial. Em dezembro, foi concedida a redução da pena junto à Fifa para seis meses e a liberação para que em maio Guerrero estivesse apto a jogar.

No Mundial de 2018, a seleção peruana foi eliminada ainda na fase de grupos com o atacante titular em duas das três partidas. Na vitória sobre a Austrália por 2 a 0 Guerrero deixou seu gol e voltou a atuar normalmente pelo Flamengo. Com o fim de seu vínculo junto ao Rubro-Negro no início do mês de agosto, foi anunciado como reforço do Internacional.


 
Notícias Recentes
Organizadas do Corinthians ameaçam time e cobram Andrés em protesto no CT
São Paulo demite o treinador Diego Aguirre
Para a CBF, Corinthians é o time mais prejudicado pela arbitragem e Chape a mais ajudada; ranking
VAR anula virada do Corinthians e Cruzeiro leva o Hexa da Copa do Brasil
Presidente do Cruzeiro dispara contra a arbitragem e Conmebol: “A vagabundagem é impressionante”
CBF sorteia mandos, e Corinthians faz segundo jogo da final da Copa do Brasil em casa
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet