Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
08 de Junho de 2018 às 15h15min
Campo-grandense descobre que carro roubado há 10 anos estava no Detran-MS ao receber dívida de R$ 5 mil com IPVA
Polícia não achou o carro roubado nem no pátio do órgão estadual
Midiamax

O Volkswagen Gol estava batido e deteriorado no pátio do Detran. (Foto: Reprodução Facebook)  

Uma campo-grandense teve uma surpresa nada agradável nesta semana ao reencontrar seu carro roubado há 10 anos. Ela e o marido foram a um supermercado fazer um cartão e descobriram que o nome dele estaria com uma dívida de R$ 5 mil pelo IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) do carro. O que poderia ser uma simples compra, levou o casal a descobrir que o carro roubado há 10 anos esteve este tempo todo no pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul).

A coordenadora de promoção Maria Cícera Pereira, de 38 anos, conta que o Volkswagen Gol foi roubado em 2008, quando ela e o marido registraram o boletim de ocorrência na delegacia. Passados 10 anos sem o veículo, Maria Cícera jamais imaginou que poderia reencontrá-lo. “O nome não estava negativado no SPC (Serviços de Proteção ao Crédito), procuramos o Serasa, que mostrou um protesto do Estado pelo IPVA deste carro. Como podemos ter uma dívida por um carro que não temos há tantos anos? Fomos ao Detran e descobrimos o que aconteceu”, afirma.

O casal até se animou ao ouvir notícias do velho Gol, mas a decepção veio com a visita ao pátio do Detran. “A gente sabia que estaria depreciado por estar no pátio há tantos anos, mas não tanto assim. Está todo quebrado, batido, nem adianta tirá-lo de lá”. Maria afirma que jamais foi procurada pelo Detran ou pela delegacia e que o cadastro na delegacia está atualizado, logo não há justificativa, ela deveria ter recebido um comunicado sobre o carro.

Após o roubo, o casal ficou por quatro anos sem transporte até conseguir comprar um novo veículo. Maria Cecília e o marido já entraram com uma ação contra o Detran. “Pedimos reparação de danos contra o Detran, para pelo menos tirar o nome da negativação e quitar o débito. Se eu não tenho carro há dez anos, como vou pagar IPVA? Ele tinha dois anos de uso, queremos reaver o valor dele”, afirma.

Segundo Maria Cícera, o carro foi apreendido por uma blitz porque o condutor não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Mesmo sem terem sido informados da recuperação do veículo, o carro ficou o tempo todo no pátio do Detran. “Eles não entraram em contato com a delegacia nem conosco. Sabendo que tem restrição, ele não foi leiloado por isso”, afirma.

O Detran confirma que o veículo está no pátio desde 2009 porque tem restrição de Justiça. “Neste caso, quando tem restrição, não é emitida notificação para o condutor porque fica bloqueado no sistema”, diz o órgão. O Detran não informou sobre a ação movida pelos donos do carro e diz que casos jurídicos são confidenciais.


 
Notícias Recentes
Quatro são presos e um morre em confronto durante roubo a banco em MS
Testemunha de atentado contra prefeito é executada por pistoleiro ao sair de delegacia
“Morto”aparece no prórpio velório
Vídeo mostra colisão de motociclistas no “Globo da Morte” em circo
Polícia apreende 11 carretas com cigarros do Paraguai em rodovia de MS
Ministério de Segurança Pública desloca Força Nacional para Caarapó
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet