Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
18 de Maio de 2018 às 14h48min
Barbosinha comemora aprovação de Sistema Único de Segurança Pública
Quando secretário de Justiça e Segurança Pública o atual deputado contribuiu com as discussões para a aprovação da Lei
Kauhê Prieto - Comunicação Deputado Barbosinha

Quando secretário de Justiça e Segurança Pública o atual deputado contribuiu com as discussões para a aprovação da Lei. Foto: João Garrigó
 

O Senado Federal aprovou; na quarta-feira, 16 de maio; o Projeto de Lei que cria o Sistema Único de Segurança Pública (SUSP). O Projeto já havia sido votado pela Câmara dos Deputados, e teve aprovação rápida pelo Senado, já que não houve alteração.

O texto segue agora para a sanção do Presidente da República. A nova Lei é resultado de muito tempo de discussão, inclusive pelas autoridades de Segurança de todo o País.

O objetivo é integrar dados e a atuação dos órgãos de Segurança Pública e defesa social dos 27 estados da Federação. Farão parte do SUSP a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, policias civis, policias militares, corpos de bombeiros militares, agentes penitenciários e guardas municipais. O recém-criado Ministério da Segurança Pública, comandada pelo ministro Raul Jungmann, será o responsável pela gestão do novo sistema.

Quando Secretário de Segurança, o deputado Barbosinha participou decisivamente das discussões que redundou na criação do SUSP. À época, Barbosinha era o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul e vice-presidente do Conselho Nacional de Segurança Pública.

Entre as atribuições do sistema estão questões como elaborar estratégias comuns para prevenção e controle de crimes, registro de ocorrências policiais unificadas e compatíveis no sistema, integração de órgãos para operações ostensivas, investigativas e de inteligência, além de criação de metas a serem cumpridas e avaliações permanentes do andamento das atividades.

Fica estabelecido também que o Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) deverá criar a Política Nacional de Segurança Pública, que tem entre seus objetivos a capacitação de profissionais da Segurança Pública, a padronização de estruturas e da tecnologia e a integração dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para o aprimoramento da legislação penal.

O deputado estadual Barbosinha comemorou a aprovação pelo Senado. "Agora chegou o momento de traçar estratégias comuns de Segurança Pública. Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, enfim, todos os órgãos integrados com as suas informações e traçando estratégias comuns pela Segurança Pública nacional", disse o deputado.

"Nesse período tive a oportunidade, juntamente com secretários de Segurança de todo o Brasil, de traçar objetivos, criar fundos e recursos para que, trabalhando de forma unida possamos melhorar a Segurança Pública nacional que vive um caos. Essa é uma ótima notícia, e acredito que o Presidente da República vai sancionar a Lei, para que possamos melhorar em muito esse setor", finalizou Barbosinha.


 
Notícias Recentes
“Fui carregado nos ombros por gigantes”, diz Barbosinha sobre sua reeleição
Onevan agradece confiança da população do Estado pela reeleição à AL/MS
Reinaldo e Bolsonaro estão juntos no segundo turno
Bolsonaro confirma liderança e pega Haddad do PT no segundo turno das eleições
Veja quem são os 8 deputados federais eleitos pelo MS
Veja quem são os 24 deputados estaduais eleitos em Mato Grosso do Sul
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet